Centro-Oeste

Chapada dos Veadeiros

A Chapada dos Veadeiros é uma enorme área natural no estado de Goiás, Brasil

Este nome também é dado a um parque nacional localizado na parte de dentro dessa área, listado inclusive como Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO, por ser uma área de preservação excepcional do Cerrado.

A Chapada dos Veadeiros é um dos ecossistemas tropicais mais antigos e diversificados do mundo.

Chapada dos Veadeiros: informações gerais

Cânions na Chapada dos Veadeiros

A Chapada dos Veadeiros é uma área enorme localizada no centro do Brasil, conhecida por sua incrível fauna, flora e formações geológicas. 

Há um Parque Nacional, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, que tem uma área de 65.515 hectares, com inúmeras paisagens maravilhosas, lindas cachoeiras e lagos, e é uma área muito procurada por viajantes em busca de um contato verdadeiro com a natureza.

Existem basicamente dois lugares onde você pode ir quando chega à Chapada dos Veadeiros: Alto Paraíso e São Jorge.

São Jorge é uma pequena aldeia que fica em frente à entrada do Parque Nacional. 

Faltam infraestruturas como estradas de asfalto e iluminação pública, a intenção é deixar a região ao redor do parque praticamente como está, para não perturbar sua fauna e flora. 

Mesmo que pareça desconfortável para alguns, é isso que torna a pequena vila especial. Lá você realmente sente que está em algum lugar que a humanidade ainda não dominou, e lá você pode realmente sentir a Chapada.

Alto Paraíso é uma pequena cidade que fica a cerca de 20 km da entrada do Parque Nacional. Diferentemente de São Jorge, é uma cidade com iluminação pública normal, asfalto e assim por diante. Você vai encontrar mais opções para dormir e comer.

Além do Parque Nacional, a região possui outras atrações dentro de propriedades particulares, como o Vale da Lua e as Cachoeiras das Almécegas, localizadas nas proximidades de São Jorge, sendo acessível através do pagamento de uma taxa diária.

A região da Chapada dos Veadeiros também é um imã para os místicos atraídos pelas alegadas propriedades do solo cristalino e pelas aparições de OVNIs.

Há rumores de que, segundo a NASA, a Chapada é o ponto mais brilhante da Terra visto do espaço. Deitada em uma cama de cristal de quartzo, diz-se que reflete a luz como um espelho.

Não deixe de levar dinheiro quando for visitar São Jorge. Não há caixas eletrônicos e a maioria dos lugares não aceita cartão de crédito (os cartões de débito são mais comumente aceitos). 

Há muitos cristais, pedras e coisas do tipo à venda, especialmente em São Jorge e também em Alto Paraíso. Objetos feitos à mão para decoração, colares de sementes ou couro estão por toda parte nas ruas.

Melhores épocas para viajar para a Chapada dos Veadeiros

O turismo na região é forte o ano todo, não tendo uma melhor época para ir.

Porém o fato é que o clima na Chapada dos Veadeiros é dividido em 2 períodos:

  • Clima de estiagem, de maio a setembro, quando o volume de água dos rios diminui, baixando os riscos de tromba d’água e tornando as cachoeiras mais acessíveis;
  • Clima de chuvas, de outubro a abril, quando algumas cachoeiras que praticamente somem no período de seca, reaparecem dando o ar de sua graça.

A época mais movimentada é em Julho, pois é quando acontece o Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros. E maio é a época mais florida.

Alguns turistas preferem a época de seca (estiagem) pois existe menos risco de chuva enquanto se faz as trilhas famosas da região.

Como chegar até a Chapada dos Veadeiros

A cidade de Alto Paraíso de Goiás , a principal porta de entrada para a Chapada, fica a 230 km de Brasília e também é bastante próxima a Goiânia(capital do estado de Goiás).

De avião: voos para a Chapada dos Veadeiros

Não há voos regulares para a região da Chapada. 

Os viajantes costumam pousar em Brasília (vôos frequentes de qualquer lugar do Brasil) e depois viajam por terra para uma das cidades de acesso.

Para ver passagens em promoção para Brasília, clique aqui.

Chegando de ônibus até a Chapada dos Veadeiros

Tem um ônibus que parte de Brasília para Alto Paraíso. 

Para chegar a São Jorge há apenas um ônibus por dia às 18h da Rodoviária Alto Paraíso.

Chegando de carro até a Chapada dos Veadeiros

A condição da estrada de Brasília é OK. O acesso é feito pelas rodovias BR-020 e GO-118 , passando pelas cidades de Formosa , São Gabriel e São João D’Aliança. 

Para chegar ao Parque Nacional, pegue a GO-327 até a Vila de São Jorge , onde fica a entrada do Parque.

Como se locomover pela Chapada

Há duas opções para se locomover pela Chapada dos Veadeiros: alugar um carro ou pedir carona (não recomendável, mas uma opção). 

As atrações não são próximas umas das outras, o que torna impossível apenas caminhar, então, não vá lá sem um carro, a menos que você esteja bem com o fato de ter que pedir uma carona. 

De São Jorge é muito fácil de se locomover, já que o parque e as principais cachoeiras estão próximos (10 a 20 minutos de carro). 

De Alto Paraíso é um pouco mais distante, mas ainda assim é muito fácil e bem sinalizado. 

Anote os nomes das cachoeiras que você deseja ver e leve com você. 

As pessoas lá são muito amigáveis ​​e ficarão muito felizes em ajudá-lo a encontrar o lugar.

É importante saber que a região não possui boa conexão 4G, então não conte totalmente com o GPS do celular, pois existe alta probabilidade de você ficar sem sinal por lá.

Quanto custa uma viagem para a Chapada dos Veadeiros?

Se comparada com a maioria dos destinos turísticos brasileiros, a Chapada dos Veadeiros pode ser considerado um lugar barato para se viajar.

A média de preços está bem abaixo de outros destinos badalados do Brasil como Rio de Janeiro, Florianópolis, Bahia e o Nordeste em geral.

Claro que a questão de quanto custa uma viagem é bem relativa. Depende muito do estilo de cada viajante e do que ele dá prioridade.

Portanto, abaixo, esperamos passar uma noção média dos custos na Chapada dos Veadeiros:

  • Aluguel de carro 1.0 com ar – R$120,00 a diária;
  • Gasolina – 50 litros para ir e voltar de Brasília a Alto Paraíso + 10 litros por dia para rodar na região;
  • Pousada – R$ 250,00 a diária de casal com café da manhã;
  • Hostel/Guest House – R$ 70,00 por pessoa sem café;
  • Camping – R$ 30,00 por pessoa por dia;
  • Comida – R$ 50,00 por pessoa por dia;
  • Entradas nas cachoeiras – R$ 20,00 por pessoa por cachoeira.

Taxas e licenças na Chapada dos Veadeiros

Para cada atração haverá uma taxa de admissão de cerca de R$10,00 a R$20,00 em média.

A entrada no Parque Nacional é gratuita e não é necessário o auxilio de nenhum guia turístico. Porém, para fazer as trilhas maiores é recomendado contar com o apoio de um guia, além do que você vai fortalecer o ecoturismo da região ao contratar um guia local.

5 coisas imperdíveis para fazer na Chapada dos Veadeiros

A Chapada é repleta de lugares incríveis para se visitar e são muitas opções, pois existe abundância de natureza para se visitar.

1. Visitar o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros

Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros

A atração principal da região é o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (Fone / (62) 3455-1116).

Sua entrada está localizada no Km 39 da rodovia GO-239, próximo à vila. Há dois caminhos autorizados dentro do parque: o caminho dos desfiladeiros e o caminho das cataratas , cada um durante o período normal da manhã até o pôr do sol. 

A entrada é das 8h às 12h, fecha às 17h (durante o horário de verão (de meados de outubro a meados de fevereiro) a entrada é das 9h às 13h e fecha às 18h). 

Nenhum guia é obrigatório agora para entrar no Parque Nacional, mas um guia pode ajudar. De todo modo as trilhas são bem mantidas e marcadas. Você é obrigado a entrar e sair.

Além disso, existem vários lugares surpreendentes localizados dentro de propriedades particulares. Para cada um deles, os proprietários cobram uma taxa de cerca de R$10 por pessoa.

2. Visitar a Catarata dos Couros

Catarata dos Couros, localizada na Chapada dos Veadeiros

Uma cachoeiras mais impressionantes entre as opções do que fazer na Chapada dos Veadeiros, com um visual de tirar o fôlego.

Além disso, proporciona diferentes tipos de experiência: há poços mais profundos, para os mais aventureiros que curtem fazer jump, e outros mais rasos para quem não sabe nadar.

3. Visitar a Cachoeira de Santa Bárbara

Cachoeira de Santa Barbara, Chapada dos Veadeiros

A cor e o cristalino das águas dessa cachoeira provavelmente serão os mais impressionantes entre as opções de o que fazer na Chapada dos Veadeiros.

O único porém desse passeio é que a parada para banho é muito rápida (cerca de 40 minutos), que passam voando.

A Cachoeira da Capivara, que faz parte do roteiro, também é incrível.

4. Fazer a Trilha dos Cânions

Trilha dos Cânions, Chapada dos Veadeiros

Você precisa fazer pelo menos uma trilha dentro do Parque Nacional, no seu roteiro do que fazer na Chapada dos Veadeiros. É simplesmente imperdível!

É um pouco difícil escolher entre as duas trilhas mais famosas, mas a Trilha dos Cânions inclui a Cachoeira da Carioca, que é sensacional. Por isso caso você só tenha 1 dia reservado para o parque, escolha essa.

5. Conheça o Vale da Lua

Vale da Lua, na Chapada dos Veadeiros

É um do pontos turísticos mais famosos e únicos dentro do que fazer na Chapada dos Veadeiros.

A paisagem lembra a superfície lunar e possui diversos túneis escavados nas rochas, é impactante.

O rio corre por entre as rochas de milhões de anos e forma piscinas naturais e duchas (melhores na época das secas).

Onde comer na Chapada dos Veadeiros

Comer na Chapada dos Veadeiros é muito barato. 

Você vai encontrar muitos restaurantes com comida tradicional brasileira, onde você paga por quilo.

Como você pode imaginar, há restaurantes com boa comida vegetariana também, embora sejam um pouco mais caros.

Há muitos bares em São Jorge e Alto Paraíso. Eles são todos muito rústicos e aconchegantes, é um ambiente diferente. 

Dê uma olhada no Bar do Pelé em São Jorge. Durante a alta temporada, há muitas raves em São Jorge.

Onde se hospedar na Chapada dos Veadeiros

Existem inúmeros hotéis disponíveis na Chapada dos Veadeiros, e os preços variam de muito baratos até muito caros, então isso certamente não será um problema.

Camping também é uma opção

São Jorge e Alto Paraíso possuem várias áreas de camping particulares. As tarifas podem ser em torno de R$50 (atualizado em setembro de 2015) por dia e geralmente é um bom lugar para conhecer pessoas, já que geralmente acampar é o que os jovens fazem quando vão à Chapada.

Cuidado com o fato de que acampar aqui não é tão seguro quanto é na Europa ou nos EUA, então fique de olho nos seus pertences!

O que levar em sua viagem para a Chapada dos Veadeiros

A Chapada dos Veadeiros poossui características e peculiaridades únicas. Portanto outra dica importante sobre a região, é saber o que levar.

Por isso separamos essa listinha do que acreditamos não poder faltar em sua mochila.

  • filtro solar
  • chapéu
  • óculos escuros
  • protetor labial
  • soro fisiológico (pode ser que o nariz sangre, por causa do clima seco)
  • Se for inverno, pegue uma roupa de frio. Apesar do calor durante o dia, a noite a temperatura cai drasticamente, chegando próximo dos 10 graus.
  • Tênis confortável
  • Roupas leves (como se fosse para a academia)
  • Roupas de banho
  • Toalhas e cangas
  • Chinelos
  • Cantil ou garrafa de água
  • Mochila ou bolsa para trilhas
  • repelentes, principalmente para quem for acampar.
  • E não se esqueça, é claro, da câmera fotográfica!

Dicas de Segurança para a Chapada dos Veadeiros

  1. A região da Chapada dos Veadeiros possui um alto índice do vírus da febre amarela, sendo indicado tomar a vacina 10 dias antes de viajar.
  2. Dirija com atenção! A maior parte das estradas para as cachoeiras é de terra, levanta muita poeira, tendo horas que fica difícil enxergar. Além de serem cheias de buraco. Evite voltar já escurecendo, muitos animas cruzam a pista.
  3. Tenha cuidado nas trilhas. Muitas vezes pode estar escorregadio, ou com alguma pedra solta.
  4. Vamos tentar manter a natureza o mais intacta e limpa possível né galera? Então, sempre leve seu lixo embora, evite pegar e levar plantas, flores e cristais. Deixe tudo como você encontrou! Aos fumantes, muita atenção com a brasa. Sério mesmo! A região é muito seca, e a maioria dos incêndios que acontecem são por descuido do turista. Então muita atenção. O mesmo vale para quem quiser fazer uma fogueira.
  5. Respeite as sinalizações e os avisos de perigo nas cachoeiras. As cachoeiras e os rio são organismos vivos, estão em constante mudança. Devemos sempre respeitar a natureza. A região conta com um bom índice de morte por imprudência do turista. Portanto, sempre tenha atenção!
  6. A região possui muitas cobras, escorpiões e aranhas. Há avisos por toda parte. Verifique sempre onde coloca seu pé e sua mão (vimos uma cobra na pedra do Vale da Lua). Se estiver acampando, feche bem a barraca e cuidado com as roupas do varal (em Cavalcante uma aranha marrom grudou no biquine da Lais que estava pendurado).
  7. Leve água filtrada para as trilhas! Apesar das cachoeiras serem muito limpas e muita gente beber de suas águas (nós mesmos bebemos vários dias), não é recomendável. Tivemos amigos que passaram mal.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios